O SÁBIO E O LADRÃO

Rui Barbosa, um dos maiores estadistas do Brasil, ouviu, de madrugada, um barulho no seu galinheiro. Já velhinho, pegou sua bengala e se dirigiu para lá. Em lá chegando, se deparou com um ladrão que já estava saindo com duas galinhas em cada mão. Disto, o velho advogado apontou a bengala na cara do larápio e falou:- Ignoto cleptomaníaco, Se aqui vens por imperiosa necessidade, perdoar-te-ei, Mas se o fazes para satisfazer teus espíritos deletérios ou para zombar de minha auto-prosopopéia, dar-te-ei com o meu cajado no alto da tua sinagoga e reduzirte-ei as massas encefálicas em cinzas cadavéricas neste solo pátrio". Daí um ladrão falou;- U é!"...eu posso ou não posso levar as galinhas?

1 comentarios:

Roberto disse...

kkk
muito bom esse texto, talvez o ladrão esteja até hoje pensando para entender o que lhe foi dito kkkk

Páginas

Últimas notícias e matérias especiais em saúde