O Que é a Felicidade?


http://pt.wikipedia.org/wiki/Felicidade
felicidade é uma gama de emoções ou sentimentos que vai desde o contentamento ou satisfação até à alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem ainda o significado de bem-estar ou paz interna. O oposto da felicidade é a tristeza. Em linguagem comum, quando se diz "estou feliz", está-se a utilizar o primeiro significado — o de emoção. Enquanto que se se diz "sou feliz", se está a utilizar o significado de bem-estar.
Existem diferentes abordagens ao estudo da felicidade e das suas causas, que têm sido usadas pela filosofia, a religião e a psicologia. O homem sempre há buscado a felicidade e tanto os filósofos como os religiosos sempre se hão dedicado a encontrar as suas causas e em definir que tipo de comportamento ou estilo de vida aumenta o nosso nível de felicidade. Estes pensadores veem a felicidade como aquilo que modernamente chamamos bem-estar ou qualidade de vida, e não simplesmente como uma emoção. Neste sentido a felicidade é o que os gregos antigos chamavam de Eudaimonia, um termo ainda usado em Ética. Pelo contrário para a emoções associadas à felicidade os filósofos preferem utilizar a palavra prazer.
É difícil definir rigorosamente a felicidade, e ainda mais difícil definir medidas desta. Investigadores em Psicologia desenvolveram diferentes métodos, por exemplo o Inventário da Felicidade de Oxford, para medir o nível de felicidade de um indivíduo. Nestes teem-se em conta factores fisiológicos e psicológicos. Em investigação a felicidade é assim relacionada com factores como: envolvimento religioso ou político, estado civil, paternidade , idade, rendimento, etc.
psicologia positiva é um movimento recente dentro da ciência psicológica que pretende dar maior ênfase ao estudo da sanidade mental, por oposição à psicologia mais tradicional que estuda sobretudo as patologias. Este relaciona a felicidade com emoções e actividades positivas
economia do bem-estar defende que o nível público de felicidade deve ser usado como suplemento aos indicadores económicos mais tradicionais, como o produto interno bruto, a inflação, etc. Para Alexei Lisounenko felicidade se traduz em aceitação, ou seja, você aceitar quem de fato é, assim possibilitando mudanças em sua vida. A felicidade é um sentimento interno e terno, ela é um reflexo do auto conhecimento. Ele frisa que esta aceitação está longe do conformismo, sentimento onde você aceita sua vida de uma forma negativa, sem perspectiva de mudança.

7 comentarios:

Roder Rock disse...

Olá, Ótimo seu post.

Muito bem explicado.

Shalom

Guilherme disse...

Ótimo post gostei msms!!!!!!!!!

Vinícius Félix Pacheco disse...

Lindo blog , adorei! Parabens!

Suzy Carvalho disse...

seguindo :D

Lary disse...

Oiie! Aqui é a Lary do blog Dream Girls to passando pra dizer que tem selinhos pra vc no meu blog.
http://dreamgirlsteen.wordpress.com/2010/06/28/mais-selinhos/
beijinhos

Babi disse...

Sim, mas " O que é felicidade?"
Mesmo com todas as teorias, todas as coisas, lindas que foram escritas, eu ainda acho q não existe a felicidade e sim momentos felizes, não é?
nao sei. acho q ja to falando bobeira!
EU ADOREI AQUI!
seguindo :D

disse...

Aihh..
Ameii esse fundo de chochÊ..Adoro crochÊ..


Meu blog é novo ;)

Páginas

Últimas notícias e matérias especiais em saúde